Translate

sexta-feira, 17 de julho de 2015

Sermão: Aliança Adâmica


Gn 3

Introdução

  1.    Adão e Eva tentaram resolver o problema da quebra da aliança do jeito deles
          a.    Tentaram esconder a sua nudez – Gn 3.7
          b.    Tentaram se esconder de Deus – Gn 3.8-10
          c.    Tentaram achar uma desculpa para o seu pecado – Gn 3.11-12
  2.    Deus resolve parcialmente o problema de Adão e Eva
         a.    O primeiro anuncio da vinda de Jesus aos homens – Gn 3.15
       b.    O Senhor produziu vestes adequadas para       esconder a nudez do homem – Gn 3.21
                                                                                                    i.    A visão alegórica de cristo nas vestes             produzidas        pelo Senhor.
3.    A Situação do Homem e da mulher na aliança Adâmica
a.    Mulher
                                                 i.    Condenada a sentir dores no parto – Gn 3.16
                                                ii.    Condenada a ser submissa ao homem – Gn 3.16
b.    Homem
                                                 i.    Condenado a sofrer para conseguir o seu sustento – Gn 3.17-19
4.    O Homem continua escolhendo o pecado e novamente quebra a aliança com Deus.
a.    Caim mata a Abel e começa uma linhagem de homens que vivem longe da presença de Deus – Gn 4.6-8; 1 Jo 3.12
b.    Caim é o primeiro homem a desobedecer a segunda aliança
                                                 i.    Mata Abel seu irmão -  Gn 4.8
                                                ii.    Amaldiçoa a si mesmo – Gn 4.13-14
                                               iii.    Funda uma cidade e dá gloria e honra ao homem – Gn 4.17
c.    Lameque continuou aperfeiçoando a pratica do pecado de Caim
                                                 i.    Lameque tomou para si duas mulheres, foi o primeiro polígamo – Gn 4.19
                                                ii.    Lameque também foi homicida – Gn  4.23
                                               iii.    Lameque também amaldiçoou a sua vida – Gn 4.24
5.    Uma geração diferente
a.    Adão e Eva tem um terceiro filho chamado sete que se mantem fiel a aliança com Deus – Gn 4.25,26
b.    Enquanto Caim tem um filho e funda uma cidade para glorificar seu nome – Gn 4.17; Sete tem um filho e a partir de então se começa a glorificar o nome de Deus – Gn 4.26.
c.    Enoque um homem que aperfeiçoou o seu relacionamento com Deus, até ao ponto de Deus o tomar para si – Gn 5.24
6.    A Corrupção geral
a.    Os filhos de Deus, descendentes de Sete, casam-se com as filhas dos homens, descendentes de Caim. – Gn 6.1-3.
b.    Todos os homens se corrompem – Gn 6.5
7.    A Raça humana quebra a segunda aliança
a.    Deus arrependeu-se de ter criado o Homem – Gn 6.6
b.    Deus decide destruir toda a raça humana em consequência da quebra da segunda aliança – Gn 6.7
8.    Apenas uma família permanece fiel a Deus na aliança Adâmica depois que os filhos de Deus se casaram com as filhas dos homens.
a.    Noé achou graça diante de Deus – Gn 6.8-12
b.    Deus destrói a terra mais faz uma nova aliança com a família de Noé – Gn 6.13-18

Conclusão


Deus renova a sua aliança com a raça humana, Deus jamais permite que o justo seja condenado com o pecado do ímpio por isso renovou uma aliança com Noé, a qual denominamos de aliança Noética


Dc Jonas Rocha                 
Supervisor da Cong Comunidade Areias
Assembleia de Deus Templo Central   



Sermão ministrado no dia 02/07/2015 no Culto de Ensinamento da Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Templo Central - Congregação Comunidade Areias. 

terça-feira, 14 de julho de 2015

Sermão sobre: Aliança Edênica



Gn 1.26-30

Introdução

    1.    Deveres
    a.    Domine
    b.    Frutificai, e Multiplicai-vos e enchei a terra
    c.    Lavrar e guarda o Jardim

    2.    Direitos
    a.    Toda a Erva do Campo para alimento
    b.    Usufruir do Jardim do Éden
c.    Deleitar-se no seu relacionamento com Deus

3.    Proibições
a.    Não comer da árvore do conhecimento do bem e do Mal

4.    Benefícios da manutenção da Aliança
a.    Viver em um ambiente perfeito
b.    Vida Eterna, sem Doenças, sem envelhecimento – Rm 5.12,17,21
c.     Comunhão perfeita com Deus
                                                  i.    O Homem estava em uma estado de perfeita inocência

5.    A Vida de Adão e Eva no Jardim do Éden enquanto estavam em aliança com Deus
a.    Viviam para relacionar-se com Deus
b.    Viviam para relacionar-se um com o outro
c.    Viviam para cuidar do Jardim e de todo o que havia nele

6.    A quebra da Aliança – Gn 3.1-7
a.    Eva entregou-se aos seus desejos – 1 Jo 2.16
                                                  i.    “Era boa para se comer” – Concupiscência da Carne
                                                ii.    “Agradável aos olhos” – Concupiscência dos Olhos
                                               iii.    “Desejável para dar entendimento” – Soberba da Vida
b.    Adão consentiu com o desejo que a serpente colocou no coração de Eva.

7.    Malefícios da quebra da Aliança
a.    A Terra foi amaldiçoada – Gn 3.17-19
                                                  i.    O Homem teria dificuldades para tirar o seu sustento da terra
b.    A Mulher foi condenada a ter dores na hora do parto – Gn 3.16
c.    A Mulher passou a ser submissa ao homem – Gn 3.16
d.    Foram expulsos do Éden – Gn 3.23
e.    Perderam a intimidade com Deus
                                                  i.    “Onde Está?” – Adão estava separado da comunhão de Deus – Gn 3.9
f.     Morreram espiritualmente – Rm 5.12-21
g.    Foram condenados a morte física – Gn 5.5; Rm 5.12,17,21

8.    Vida de Adão e Eva depois de quebrar a aliança e fora do Jardim
a.    Passou a se esconder de Deus – quebra do relacionamento com Deus
b.    Passou a acusar a mulher do seu pecado -  quebra do relacionamento conjugal
c.    Permitiu que satanás agisse no jardim – deixou de proteger o jardim

Conclusão

Deus em seu infinito amor renovou uma nova Aliança com Adão e Eva a qual nós chamamos de Aliança Adâmica.


                                             Dc Jonas Rocha
                                                Supervisor da Congregação Com. Areias
                                                 Assembleia de Deus Templo Central