Translate

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

A Alegria de Saber que Deus é por nós

     E.B.D.  AULA 7 - A Atualidade dos Conselhos Paulinos



Quinta-Feira


"Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós?
Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes o entregou por todos nós, como nos não dará também com ele todas as coisas?
Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica.
Quem é que condena? Pois é Cristo quem morreu, ou antes quem ressuscitou dentre os mortos, o qual está à direita de Deus, e também intercede por nós.
Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada?
Como está escrito:Por amor de ti somos entregues à morte todo o dia;Somos reputados como ovelhas para o matadouro.
Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou.
Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir,
Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor."

Romanos 8:31-39


     Amado irmão, é bom saber que servimos a um Deus que cuida de nós, ele não apenas é por nós mas muda o curso da historia a nosso favor, por amor dos seus o Senhor parou o Sol e a lua (Js 10:12-14), fez o tempo voltar (2 Rs 20:9-11) estas são apenas duas das varias historias da intervenção de um Deus que cuida do seu povo, não duvide Deus cuida de você, o Senhor que abriu o mar vermelho para Moises, Abril o Jordão para Josué, fez descer fogo do céu quando Elias clamou, fez ferro flutuar na água através do profeta Eliseu este mesmo Deus é ainda hoje é capaz de agir de forma sobrenatural sobre a sua via mas para isto você precisa crer.

     O Grande problema de nossos dias é a incredulidade de muitos que se chegam a Deus, falam de lábios que creem que Deus operam mas oram sem acreditar neste operar, as vezes na oração até dizem para Deus que acreditam, mas quanto termina a oração logo supervalorizam o problema em relação ao agir de Deus, meu amado, não se preocupe em como Deus irá fazer, apenas creia, você já pensou se Josué no meio da batalha ficasse imaginando que Deus não iria atender a sua oração, demonstrasse incredulidade, aparentemente orou com fé mas agiu como um homem sem fé, meu amado ore e creia que Deus vai agir, principalmente quando Ele disser que irá agir. 

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

A Alegria do Senhor é a nossa Força

E.B.D. Aula 7 – A Atualidade dos Conselhos Paulinos




Quarta-Feira



“Portanto não vós entristeçais, porque a alegria do Senhor é a nossa força.”
Ne 8:10

                Tem um comercial que pergunta “O que faz você feliz?”, o homem tem buscado a felicidade de todas as formas, tem corrido atrás daquilo que ele acredita trazer alegria ao seu coração, coisas como fama, sucesso, dinheiro, popularidade e muitas outras coisas que a ideologia do sistema que vivemos prega como felicidade, todavia o nosso Deus nos ensina diferente, nós não precisamos ter muita coisa, não precisamos ser o mais popular, não precisamos ter dinheiro ou o sucesso nos moldes do mundo hodierno, Deus nos ensina que a verdadeira felicidade esta em fazer a sua vontade, em cumprir os seus mandamentos (Sl 112:1), que felicidade é confiar nEle (Sl 34:8), que a felicidade é desviar-se de tudo que é pecaminoso, ou que tenha a aparência do mal ou ainda que possa nos induzir ao mal (Sl 1:1).

                Em muitos momentos de nossa vida nos encontramos sem forças, mesmo estando na igreja, mesmo sendo servos do Deus altíssimo, mas o Senhor nos deixa um conselho “Diga o fraco: Eu sou Forte(Jl 3:10), o cristão tem que buscar a sua alegria, satisfação e felicidade no Senhor, é ele que nos fortalece e nos motiva a continuarmos a lutar todos os dias, quando a tristeza bater em teu coração e você sentir-se desanimado e sem forças lembre-se que “ a alegria do Senhor é a nossa força”(Ne 8:10), portanto não se entristeça antes confia no teu Deus que pode todas as coisas. 

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Alegrai-vos no Senhor

E.B.D. Aula 7 - A Atualidade dos Conselhos Paulinos




Terça-Feira

"Alegrai-vos no Senhor, e regozijai-vos, vós os justos; e cantai alegremente, todos vós que sois retos de coração."
Salmos 32:11

                Quantas vezes as lutas do dia a dia nos tem entristecido o coração, mas hoje eu te digo, alegre-se, se você é um homem ou mulher justo, se é alguém que busca viver de forma ética sem prejudicar ninguém, um cidadão que vive dentro da lei e um cristão que ama ao seu Deus e obedece a sua Palavra, alegre-se pois é o Senhor que cuida de você.
                Tem uma canção antiga que diz:

Esta paz que sinto em minh'alma

Não é porque tudo em mim vai bem;
Esta paz que sinto em minh'alma
É porque eu amo ao meu Senhor.



CORO (2X)
Não olho as circunstâncias,
(Não, não, não)
Só olho seu amor (seu grande amor)
Não me guio por vista,
Alegre estou.



Este gozo que sinto em minh'alma
Não é porque olho ao meu redor;
Este gozo que sinto em minh'alma
É porque eu amo ao meu Senhor.



Ainda que a terra não floresça,
E a vide não dê o seu fruto;
Ainda que os montes se lancem ao mar,
E a terra trema, hei de confiar.



(2X)
Aleluia, oh! glória, aleluia,
Aleluia dou ao meu Senhor.






                Nesta manha eu quero profetizar sobre a sua vida que você não mais ficara olhando as circunstancias, mas irá alegrar-se no Senhor, eu profetizo que o que você vê não determinará o seu estado de espírito e sim o que Deus tem falado ao teu coração, eu profetizo que ainda que te falte tudo você encontrar forças em Deus e por isso se alegrará no Senhor.
                Em nome de Jesus alegrai-vos todos os dias no Senhor

Regozijai-vos Sempre

E.B.D. Aula 7 – A Atualidade Dos Conselhos Paulinos




 Segunda-Feira

"Regozijai-vos Sempre"
1 Ts 5:16

O apostolo Paulo em 1 Tessalonicenses 5:16 exorta aos irmão de sua época a alegrarem-se no Senhor, mas será que realmente temos motivos para nos alegrarmos no Senhor? Vejamos:
Estávamos presos no pecado e cristo nos Libertou.
Estávamos condenados pelos pecados e cristo nos salvou.
Estávamos vivendo de forma dissoluta e cristo nos deu uma razão para viver.
Estes são apenas três motivos bem gerais pelos quais podemos nos alegrar na presença do Senhor, mas eu creio que além dos motivos acima o Senhor tem libertado a muitos de vícios, prostituição, adultério, etc., creio que o Senhor tem restaurado famílias, restaurado relacionamentos, restaurado comunidades em fim restaurado vidas que antes não tinham esperança mas hoje vivem plenamente as suas vidas em Deus.

Regozijai-vos no Senhor igreja, pois todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus (Rm 8:28).

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

O Pastor não deve ser materialista


E.B.D. Aula 6 – A Fidelidade dos Obreiros do Senhor 





Sexta-Feira

"Não dado ao vinho, não espancador, não cobiçoso de torpe ganância, mas moderado, não contencioso, não avarento;"
1 Timóteo 3:3

                Um grande desafio para os cristão de nossos dias é o apego as coisas materiais, no inicio da igreja como lemos em Atos 2:44 os irmão tinham tudo em comum, muitos vendiam suas propriedades para satisfazer as necessidades básicas de sua nova família, mas infelizmente o mundo moderno tem pregado e ensinado que devemos acumular riquezas, a ideologia de nossos dias é a de que cada um deve lutar para conquistar suas próprias coisas, mas a verdade é que nós cristãos devemos ser diferentes, devemos sim auxiliar o nosso irmão em suas necessidades independente de quem seja, independente de qual seja a necessidade, não devemos nos prender as ideologias capitalistas que estão a nossa volta, nos impulsionando sempre a gastar mais com aquilo que não temos necessidade.

                Meus amados se o cristão de um modo geral não deve ser materialista, não deve buscar riquezas, o pastor tem que buscar continuamente estar isento destes desejos, caso contrario é bem provável que ele deixe de ser um bom pastor de ovelhas, um pastor que dedica tempo as necessidades de todos os irmãos, para ser um mercenário cuidar do rebanho somente quando for conveniente, o pastor não pode ser apegado a bens materiais, até porque quase sempre necessita emprestar ou até mesmo dar algo a alguém, dar do seu próprio bolso dinheiro para o bem estar de um irmão e se este pastor for materialista mesmo tendo como auxiliar o irmão ele irá apenas orar por ele, por isso nos que conduzimos o rebanho do senhor, pequeno, como o que eu pastoreio, ou muito grande o pastor deve ser desprendido de bens materiais, preferindo mais ver o bem estar das pessoas do que o seu patrimônio intacto ou o pior crescendo muito rápido.

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

O Verdadeiro Pastor Serve á Igreja

E.B.D. Aula 6 – A Fidelidade dos Obreiros do Senhor



Quinta-Feira

"Bem como o Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir, e para dar a sua vida em resgate de muitos."


                O pastor que ama a igreja é um pastor que serve a esta, que atende as suas necessidades, no dia em que eu fui empossado supervisor da congregação de Serviluz o pastor Antonio calos me disse algo que guardo no meu coração, ele disse “O Pastor nunca abandona suas ovelhas”, meu amados o verdadeiro pastor jamais deixa suas ovelhas na mão, faz o que for preciso para suprir a necessidade daquela ovelha.
                Jesus não veio a terra para ser servido, mas para servir, ele nos deixou o exemplo, em Marcos 10:44,45 ele nos diz que “  qualquer que dentre vós quiser ser o primeiro, será servo de todos.Porque o Filho do homem também não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate de muitos.” Assim também deve ser a postura do pastor, quem cuida do “rebanho” do Senhor deve entender que as ovelhas não são suas são de Deus, mas que você deverá cuidar delas com a sua própria vida
.

Fonte:  Bíblia de Estudo - Obreiro Aprovado - Versão: Almeida Revista e Corrigida
            Lições Bíblicas - 3º Trimestre - Aula 6

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

O Verdadeiro pastor conhece suas ovelhas


E.B.D. Aula 6 – A Fidelidade dos Obreiros do Senhor


Quarta-Feira

“Eu sou o bom Pastor, e conheço as minhas ovelhas, e das minhas sou conhecido.
Assim como o Pai me conhece a mim, também eu conheço o Pai, e dou a minha vida pelas ovelhas”.

João 10:14-15


                O bom pastor é aquele que se dedica ao cuidado de suas ovelhas, chegando a arriscar a própria vida por elas, podemos ver estes exemplos na vida do Rei Davi em 1Sm 17:34-36, onde Davi relata ter matado um urso e um leão para salvar uma ovelha, assim também deve proceder os obreiros do Senhor, não devem poupar esforços para proteger suas ovelhas.
                Ora meus amados, se nós temos a Jesus como nosso sumo Pastor (Sl 23) então precisamos aprender a ouvi a sua voz e lhe obedecer (Jo 10:4), se realmente somos ovelhas do rebanho de cristo nós devemos segui-lo pelos caminhos que ele desejar nos levar e atentar também para os homens de Deus aos quais ele tem colocado sobre nós (Hb 13:7,17) os nossos pastores nas igrejas e congregações.
                Meus amados para que um pastor possa cuidar bem das suas ovelhas ele precisa conhecê-las, precisa entendê-las, tanto pela convivência como pelo discernimento do Espírito santo, saiba meu amado que o verdadeiro pastor depois de algum tempo deve lhe conhecer melhor do que você mesmo, pois o Deus que esquadrinha mentes e corações lhe revelará o que for preciso para lhe levar pelos retos caminhos da palavra de Deus.

               
Fonte: Lições Bíblicas – 3º Trimestre – Aula 6; Ed. CPAD

terça-feira, 6 de agosto de 2013

O Mercenário é o Falso Pastor


E.B.D. Aula 6 – A Fidelidade dos Obreiros do Senhor



Terça-Feira

“Mas o mercenário, e o que não é pastor, de quem não são as ovelhas, vê vir o lobo, e deixa as ovelhas, e foge; e o lobo as arrebata e dispersa as ovelhas. Ora, o mercenário foge, porque é mercenário, e não tem cuidado das ovelhas.”                 
  Jo 10:12,13


Muitas pessoas queixam-se de algumas lideranças cristãs de nossos dias que visam mais o dinheiro do que o bem estar dos crentes, apesar de nos escandalizarmos com isso por ser algo de estrema crueldade com o povo de Deus, Jesus a mais de 2000 anos já alertava a respeito dos pastores mercenário, dos maus obreiros, o Apostolo Paulo também alertou aos Filipenses em Fl 3:2 para que estes se guardassem dos maus obreiros.
O obreiro que só visa os benefícios de servir a cristo não esta pronto para o ministério, quem deseja militar neste importante trabalho tem que colocar no coração que os benefícios não são no mundo presente e sim no porvir.
Os maus obreiros não são simplesmente aqueles que visão os benefícios sejam eles quais forem, aqueles que fazem a obra do Senhor de forma negligente também é um mau obreiro, há obreiros que passam dias sem aparecer na igreja, sem motivo que o justifique é claro, e ainda acha ruim quando o pastor cobra mais dedicação dos mesmos (Mt 25:26), são obreiros maus e negligentes que não olham para a obra de Deus (Sl 14:4).
Todo aquele que desempenha um trabalho na casa de Deus, meso que não oficial é um obreiro do Senhor e deve desempenhá-lo com zelo, há muitos homens na bíblia que foram zelosos como Zadoque, o Sacerdote(1Cr 24:3), por isso meus amado irmão, seja um obreiro fiel e aprovado diante de Deus e dos Homens.


Fonte:
Biblia de Estudo - Obreiro Aprovado - Versão: Almeida Revista e Corrigida
            Lições Biblicas - 3º Trimestre - Aula 6

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Jesus, O Verdadeiro Pastor


E.B.D. Aula 6 – A Fidelidade dos Obreiros do Senhor





Segunda-Feira

“Eu sou o bom Pastor; o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas.”
João 10:11


                Na história da Igreja encontramos relatos sobre a vida de muitos obreiros aprovados, homens que se destacaram por sua conduta e vida totalmente entregue ao evangelho, a fidelidade do obreiro é algo imprescindível para o crescimento do reino (2 Tm 2:13,15), pois o nosso testemunho faz toda a diferença na ora de falarmos de Jesus para as pessoas(Cl 1:7; 1 Pe 5:12), nos que temos em nossos corações o desejo ardente de fazermos a obra do Senhor devemos seguir o exemplo de Cristo, o nosso Bom Pastor, e o exemplo perfeito de obreiro, Jesus seguiu as ordens do Pai em tudo, foi fiel em tudo e fiel até a morte e por isso que mais de dois mil anos depois ainda a homens e mulheres que se entregam totalmente a causa do evangelho, por que viram em cristo e naqueles que o sucederam um exemplo a ser seguido.
                Muitas pessoas têm dificuldades de se relacionar com Deus, de abrirem seus corações ao evangelho, de entenderem de que forma um Deus que nos não podemos ver pode cuida de nós de forma tão simples e tão empolgante como nos faz o nosso Deus, e é por isso que nós que assentamos no nosso coração militar ao lado de cristo precisamos ser fieis a Ele de tal forma que as pessoas sintam a necessidade e a curiosidade de conhecer esse Jesus que morreu por toda a humanidade, se com o nosso viver conseguirmos chamar a atenção das pessoas para cristo, o cuidado de Deus sobre nossas vidas convencera que nos servimos a um Deus que verdadeiramente cuida de nós.


                 Precisamos aprender a viver confiantes em Deus, vivermos verdadeiramente confiantes neste em nosso bom Pastor, se pregamos com tanta veemência que cristo morreu por nós para nos salvar então nos que somos seus discípulos, seus seguidores, seus obreiros devemos viver verdadeiramente confiantes nesta palavra que o nosso cristo é o bom Pastor e que deu a vida por nós para que nos tivéssemos vida e a tivéssemos em abundancia (Jo 10:10).

sábado, 3 de agosto de 2013

Versículo do Dia


Para que sejais irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis, no meio de uma geração corrompida e perversa, entre a qual resplandeceis como astros no mundo;


Precisamos aprender a fazer a obra do Senhor sempre de coração aberto, sem reclamarmos, sem nos queixarmos, mas de bom grado, sempre alegres, apesar das lutas, amados irmãos, se decidirmos servir verdadeiramente a cristo precisamos buscar ser irrepreensíveis diante dos homens, é claro que todos nos somos falhos, mas devemos lutar para vencermos nossos erros, precisamos lutar para sermos inculpáveis, aprender a lidar com os nossos erros, esconde-los não é a melhor solução, nem sair contando para todo mundo, mas devemos reconhecer nossas falhas e nossas limitações diante de Deus primeiramente e sempre que necessário diante dos homens, tendo a certeza que só existe um que é perfeito, Jesus Cristo, e nos estamos buscando nos assemelhar a Ele, por isso precisamos dar o nosso melhor nesse labor, para que possamos conquistar muitas vidas para cristo, não somente com palavras, mas com o nosso testemunho, muitas pessoas não suportam ler ou ouvir o evangelho por isso para muitos a única forma de pregarmos o evangelho para elas é vivendo este evangelho em toda a sua plenitude.

Que Deus vos abençoe.

Harpa Cristã - Hino 106 - Iza Branco

Hino da Harpa Sugerido para a Lição 5 do 3º Trimestre de 2013





sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Versículo do Dia


“No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.”
João 1:1


                O Evangelista João não nos deixa duvidas acerca da divindade de Jesus, ele afirma logo no primeiro versículo que no principio era o verbo, João nos mostra de forma clara que Jesus Cristo o Filho de Deus estava com Deus desde o principio, no verso 3 ele ainda afirma que todas as coisas foram feitas por ele e que sem ele nada do que foi feito se fez, para João isto era claro, tudo foi feito por Jesus e através de Jesus, e o apostolo Paulo ainda amplia este conceito em Rm 11:36 onde diz “Porque dele  e por ele, e para ele, são todas as coisas”, meu amado irmão tudo foi feito por Jesus e para Jesus, tudo está sobre o seu domínio(1 Co 15:27), e é por isso que nos não devemos nos preocupar, pois servimos a alguém que domina sobre o céu e a terra, todo o poder foi dado a ele(Ef 1:19-22).

                 

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Mateus 1:1

“Livro da geração de Jesus Cristo, Filho de Davi, Filho de Abraão.”
Mt 1:1

O livro de Mateus foi escrito para os Judeus, não é por acaso que logo no inicio o escritor, antes mesmo de iniciar a genealogia de Jesus afirma no primeiro versículo que Jesus é filho de Davi e Filho de Abraão.
O proposito principal deste livro é mostrar para os Judeus que Jesus é o messias esperado por eles, quando o Evangelista afirma que o messias é filho do Rei Davi ele está afirmando que Jesus é o descendente de Davi que reinara eternamente como profetizou o profeta Natã ao Rei Davi em 2 Samuel 7:12,13; Jesus também deve ser filho de Abraão pois é  da descendência de Abraão que Deus irá abençoar todas as famílias da terra, é através de Abraão que Deus irá gerar a semente da mulher que vai esmagar a cabeça da serpente, por isso Mateus afirma que Jesus, o Messias é Filho de Davi e Filho de Abraão.

Bíblia Sagrada Digital 

História do Farol do Mucuripe


“Farol do Mucuripe”

Numa torre de pedra, ao lado do oceano,
Como pingo de luz queimando a noite fria,
O farol a brilhar é grito sobre-humano
De alarma e de esperança aos veleiros sem guia.

Atento olhar da terra observando o mar,
Que expressão de temor em sua luz existe!
Quem o vir da terra há-de um astral julgar,
Mas visto do alto mar imita um círio triste.

Quando todo rumor das ondas silencia
E o negrume sem fim envolve céus e mar,
Parece que o farol em solidão vigia
As dores dos que estão na água a penar...

Farol! Aflita luz de esperança repleta
Que, em Mucuripe, ao pé das ondas bruxuleia,
Estais sempre a lembrar-me um solitário poeta
Que, de longe, acompanha a desventura alheia.

Autor: Jornalista e jurista cearense José Pires de Sabóia Filho.

              É uma construção feita em estilo barroco de alvenaria, madeira e ferro, em formato octogonal, com mão de obra escrava, conhecido em sua época como o velho olho do mar, este  foi o primeiro farol construído no Ceará.
Em 17 de Agosto de 1826, Dom Pedro I aprova o plano do Farol do Mucuripe e em 3 de novembro do mesmo ano abre o edital de concorrência, o projeto foi elaborado por Conrad Jacob de Niemeyer em 1828 e aprovada 1829.
Em 01 de Maio de 1840 foi iniciada a construção sendo finalizado em 17 de novembro de 1846, foi construído pelos engenheiros Júlio Álvaro Teixeira de Macedo e Luís Manoel de Albuquerque Galvão e pelo maquinista Trumbull(Truberel), ainda em 1846 foi danificado por um incêndio, passando por reformas em 1872.
Começou a funcionar no dia 29 de Julho de 1871, mas sua inauguração se deu em 29 de Julho de 1872, o primeiro faroleiro foi João Rodrigues de Freitas.
Foi desativado em 1957/58 foi desativado por ter se tornado obsoleto, sendo neste mesmo período inaugurado um novo farol.
Em 12 de Dezembro de 1959 ele é entregue ao serviço de patrimônio da união durante a semana da marinha.
Em 25 de junho de 1971 a capitania dos portos doa-o para a prefeitura de fortaleza e transforma-se no museu do jangadeiro.
Foi Recuperado no Início da Década de 80 (1981/1982)


quarta-feira, 29 de maio de 2013

Alimentando as Ovelhas ou Divertindo os Bodes?



por Charles H. Spurgeon

Existe um mal entre os que professam pertencer aos arraiais de Cristo, um mal tão grosseiro em sua imprudência, que a maioria dos que possuem pouca visão espiritual dificilmente deixará de perceber. Durante as últimas décadas, esse mal tem se desenvolvido em proporções anormais. Tem agido como o fermento, até que toda a massa fique levedada. O diabo raramente criou algo mais perspicaz do que sugerir à igreja que sua missão consiste em prover entretenimento para as pessoas, tendo em vista ganhá-las para Cristo. A igreja abandonou a pregação ousada, como a dos puritanos; em seguida, ela gradualmente amenizou seu testemunho; depois, passou a aceitar e justificar as frivolidades que estavam em voga no mundo, e no passo seguinte, começou a tolerá-las em suas fronteiras; agora, a igreja as adotou sob o pretexto de ganhar as multidões. 

Minha primeira contenção é esta: as Escrituras não afirmam, em nenhuma de suas passagens, que prover entretenimento para as pessoas é uma função da igreja. Se esta é uma obra cristã, por que o Senhor Jesus não falou sobre ela? “Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura” (Mc 16.15) — isso é bastante claro. Se Ele tivesse acrescentado: “E oferecei entretenimento para aqueles que não gostam do evangelho”, assim teria acontecido. No entanto, tais palavras não se encontram na Bíblia. Sequer ocorreram à mente do Senhor Jesus. E mais: “Ele mesmo concedeu uns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e outros para pastores e mestres” (Ef 4.11). Onde aparecem nesse versículo os que providenciariam entretenimento? O Espírito Santo silenciou a respeito deles. Os profetas foram perseguidos porque divertiam as pessoas ou porque recusavam-se a fazê-lo? Os concertos de música não têm um rol de mártires.

Novamente, prover entretenimento está em direto antagonismo ao ensino e à vida de Cristo e de seus apóstolos. Qual era a atitude da igreja em relação ao mundo? “Vós sois o sal”, não o “docinho”, algo que o mundo desprezará. Pungente e curta foi a afirmação de nosso Senhor: “Deixa aos mortos o sepultar os seus próprios mortos” (Lc 9.60). Ele estava falando com terrível seriedade! Se Cristo houvesse introduzido mais elementos brilhantes e agradáveis em seu ministério, teria sido mais popular em seus resultados, porque seus ensinos eram perscrutadores. Não O vejo dizendo: “Pedro, vá atrás do povo e diga-lhe que teremos um culto diferente amanhã, algo atraente e breve, com pouca pregação.

Teremos uma noite agradável para as pessoas. Diga-lhes que com certeza realizaremos esse tipo de culto. Vá logo, Pedro, temos de ganhar as pessoas de alguma maneira!” Jesus teve compaixão dos pecadores, lamentou e chorou por eles, mas nunca procurou diverti-los. Em vão, pesquisaremos as cartas do Novo Testamento a fim de encontrar qualquer indício de um evangelho de entretenimento. A mensagem das cartas é: “Retirai-vos, separai-vos e purificai-vos!” Qualquer coisa que tinha a aparência de brincadeira evidentemente foi deixado fora das cartas. Os apóstolos tinham confiança irrestrita no evangelho e não utilizavam outros instrumentos. Depois que Pedro e João foram encarcerados por pregarem o evangelho, a igreja se reuniu para orar, mas não suplicaram: “Senhor, concede aos teus servos que, por meio do prudente e discriminado uso da recreação legítima, mostremos a essas pessoas quão felizes nós somos”. Eles não pararam de pregar a Cristo, por isso não tinham tempo para arranjar entretenimento para seus ouvintes. Espalhados por causa da perseguição, foram a muitos lugares pregando o evangelho. Eles “transtornaram o mundo”. Essa é a única diferença! Senhor, limpe a igreja de todo o lixo e baboseira que o diabo impôs sobre ela e traga-nos de volta aos métodos dos apóstolos.

Por último, a missão de prover entretenimento falha em conseguir os resultados desejados. Causa danos entre os novos convertidos. Permitam que falem os negligentes e zombadores, que foram alcançados por um evangelho parcial; que falem os cansados e oprimidos que buscaram paz através de um concerto musical. Levante-se e fale o alcoólatra para quem o entretenimento na forma de drama foi um elo no processo de sua conversão! A resposta é óbvia: a missão de prover entretenimento não produz convertidos verdadeiros. A necessidade atual para o ministro do evangelho é uma instrução bíblica fiel, bem como ardente espiritualidade; uma resulta da outra, assim como o fruto procede da raiz. A necessidade de nossa época é a doutrina bíblica, entendida e experimentada de tal modo, que produz devoção verdadeira no íntimo dos convertidos.

segunda-feira, 27 de maio de 2013


Purifiquemo-nos de toda impureza.

“Tendo, pois ó amados, tais promessas, purifiquemo-nos de toda impureza, tanto da carne como do espírito, aperfeiçoando a nossa santidade no temor de Deus”. II Co 7.1

Introdução

O Senhor deseja que nós nos purifiquemos de toda a impureza, mas o que vem a ser impureza? Segundo o Dicionário Contemporâneo da Língua Portuguesa impureza é a “qualidade do que é impuro, do que está falto de pureza, do que contém princípios impuros/ Estado ou qualidade do que se acha misturado com substâncias estranhas | Falta de limpeza, de asseio; sordidez. || Coisa impura. tudo o que inquina ou perturba a pureza de qualquer substância”, ou seja, impurezas são substancia estranhas ao meio ao qual elas estão inseridas, por exemplo, a água que nos bebemos, ela deve ser sem cheiro e sem cor, se ela tiver cheiro ou cor é por que está água é impura, ela não tem pureza, ela esta misturada com outra substância que não deveria estar lá, trazendo para o contexto religioso no qual estamos inseridos, impureza é a mistura de coisas que agradam a Deus com as que o desagradam, é quando eu e você, que já aceitamos a cristo, deixamos de agradar a Deus lutando contra nossos pecados para agradar aos nossos próprios desejos, por isso devemos ter muito cuidado com nossos atos e pensamentos para que não nos tornemos impuros diante do nosso Deus, para entendermos melhor vejamos o que a bíblia nos fala sobre as impurezas tanto da carne como do espírito.

As Impurezas da Carne

Em Romanos 3:23 o Apostolo Paulo nos informa que todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus, todos os homens e mulheres que já passaram por está terra, com exceção de Jesus, pecaram e todos os que ainda hão de passar também pecarão, pois o ato de pecar está entranhado em nossa carne por causa da natureza caída do homem, ou seja todos já nascem com está inclinação ao pecado.
Deus, por muitos nos amar, encontrou uma forma de refazer a aliança quebrada no éden pelo homem, uma forma de nos limpar, de nos purificar de todas estas substancias estranhas que estão dissolvidas em nosso ser, e esta aliança foi selada com o sangue de Jesus Cristo derramado na cruz nos dando assim força para nos libertar da escravidão do pecado, não nos livrando completamente de todos os desejos, visto que ainda estamos neste corpo corruptível, mas nos dando poder e graça para que lutemos contra o pecado e tenhamos uma vida em santidade na sua presença, nos desviando do mal e lutando contra os desejos pecaminosos que possam vir a nascer em nossos corações.
A nossa natureza pecaminosa nos leva a praticar atos que nos tornam impuros diante do nosso Deus, são estes atos que fazem separação entre nós e Ele, como está escrito no livro do profeta Isaías 59:2 “Mas as vossas iniquidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que não vos ouça”.
Amados irmãos tenhamos a certeza que por nós mesmos somos incapazes de agradar e fazer a vontade de Deus, e é somente através da ação do Espírito Santo em nossas vidas que seremos capazes de limpar de nosso ser toda a impureza tanto da carne quanto do espírito, ore e lute para que o sacrifício de cristo na cruz não tenha sido em vão para sua vida, Deus já fez a parte dele nos tornando limpos de toda nossa impureza no momento em que aceitamos a Jesus Cristo como Senhor e Salvador de nossas vidas, ele nos limpa por completo, mas nos temos a obrigação e o dever de nos mantermos limpos diante do nosso Deus, limpando tanto nossa carne como nosso espírito no temor do Senhor, nos desviando de tudo o que o desagrada.
A pratica do pecado viola o nosso corpo, violar no sentido de profanar, pois sabemos que o nosso corpo é templo e morada do Espírito Santo, como nos assegura o apostolo Paulo em 1 Co 6.19, o pecado torna nosso corpo impuro, o senhor nos chamou não para vivermos na pratica do pecado, nem para sermos coniventes com ele, mas para andarmos em santidade, para sermos sacerdotes do Deus altíssimo como nos fala o apostolo Pedro em 1Pe 2.9 “Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido...”
Mas quais são estes pecados que tornam o nosso corpo impuro?
Todo o pecado que é feito através de meio físico ou todo pecado que nós venhamos a consumar deixa nosso corpo impuro, impróprio para a ação do Espírito Santo de Deus.
Amados irmãos o desejo de nosso Deus é que sejamos puros, como nos instrui o apostolo João em sua primeira epistola no capitulo 3 verso 3 `` E qualquer que nEle tem esta esperança purifica-se a se mesmo,como também Ele é puro.`` não que tenhamos capacidade de nós mesmos nos purificarmos por completo, mas certamente temos em cristo Jesus força para abandonarmos todos os atos que desagradam a Deus, nos limpando de toda a impureza afim de agradar o nosso amado mestre Jesus.

As Impurezas do espírito.

As impurezas do espírito são aqueles pecados cometidos na esfera do coração muitas vezes o homem consegui controlar seus atos por temer a Deus ou vergonha da sociedade, mas ainda não tem a consciência de que seus pensamentos e desejos tem o mesmo peso do pecado consumado fisicamente.
No Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus no capitulo 15 verso 11,19 Ele nos diz que “O que contamina o homem não é o que entra na boca, mas o que sai da boca, isso é o que contamina o homem. Porque do coração procedem os maus pensamentos, mortes, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos e blasfêmias”.
Meus amados não se enganem todo pecado se inicia no coração do homem, por isso devemos limpar o nosso espírito para que venhamos a proceder bem, talvez você esteja se perguntando o porquê de vir pensamentos impuros ou desejos impuros no seu coração se já aceitou a cristo como Senhor e Salvador de sua vida. Há verdade é que enquanto vivermos nesta terra com este corpo corruptível nunca estaremos totalmente livres dos desejos e dos pensamentos que desagradam a Deus e não podemos impedir que eles venham, todavia não devemos alimentá-los para que eles não venham nos consumir e nos escravizar mais uma vez no julgo do pecado.
A única forma de vencermos estes desejos é através da ação do Espírito santo em nossas vidas, podemos comparar de forma grotesca esta ação como a reação causada na água de uma piscina quando colocamos cloro nela, ao colocar cloro em uma piscina após um dia inteiro de uso o efeito esperado é que toda a sujeira da piscina se precipite no chão não mais estando dissolvida em toda água, quando aceitamos a cristo e deixamos o Espírito Santo agir ele fará em nós o mesmo que o cloro faz na água da piscina, toda a sujeira diluída em nosso ser será facilmente identificada e facilmente poderemos nos limpar e nos tornarmos puros para o nosso Deus.
Saibamos que os pecados da alma são tão ou até mais perigosos do que os pecados consumados fisicamente, pois os pecados do coração somente Deus e nós podemos contemplar.
Não permita que em seu coração nasça os frutos da Inveja, contenda, maledicência, adultério, fornicação, mentira, fofoca, irá e muitos outros que sabemos que desagradam a Deus.
Guarde o seu coração para que ele não se contamine com coisas que desagradam a Deus e se por algum motivos você estiver com a sua alma impura reconcilie-se o quanto antes com Deus e peça para que Ele lhe ajude a vencer estes desejos pois é somente através da ação do Espírito Santo que o homem é capaz de vencer e abandonar o pecado.
Não se esqueça, “O homem bom, do bom tesouro do seu coração tira o bem, e o homem mau, do mau tesouro do seu coração tira o mal, porque da abundância do seu coração fala a boca.” Lucas 6:45.

Diácono Jonas Rocha
                                                                                                                   AD Serviluz