Translate

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Cuidado com o Voto


A pressão de parte da Igreja Católica para que o governo federal não apoiasse a união civil entre homossexuais deu errado. Em decreto assinado nesta quarta-feira 13 a respeito do Programa Nacional de Direitos Humanos, o presidente da República mudou apenas o item que dizia respeito à apuração de crimes feitos durante a ditadura militar. Nada mais foi modificado, aí incluso a parte que trata de LGBTs.

Desde a semana passada, o programa foi criticado em alguns de seus pontos, como o acompanhamento editorial de emissoras de tevê e a mediação em casos de invasão de terras. A Igreja Católica focou o discurso contra a retirada de símbolos religiosos de estabelecimentos públicos, mas também fez referência à união homo. Para não atrapalhar a campanha de Dilma Roussef ao Palácio do Planalto, o governo cogitou tirar o apoio a esse último ponto, dentre outros, mas nada mudou.
 
Fonte:http://paroutudo.com/noticias/category/politica/
Postar um comentário